Aviso Agitação Marítima

Está previsto um agravamento significativo do estado do mar nos próximos dias em todo o território nacional. ​Esta situação está associada à passagem de mais uma tempestade atlântica de intensidade excepcional, que vai forçar vento muito forte a tempestuoso, 80 a 100 km/h, e ondas com altura significativa de 6 a 12 metros e máximos superiores a 15 metros.

O pico desta tempestade ocorrerá entre a madrugada de sábado e a madrugada da próxima segunda-feira, com particular foco em toda a costa oeste de Portugal Continental, bem como nas costas norte das ilhas dos arquipélagos da Madeira e dos Açores.
A Autoridade Marítima Nacional e a Marinha reforçam a recomendação, em especial à comunidade piscatória e da náutica de recreio que se encontra no mar, o eventual regresso ao porto de abrigo mais próximo e a adopção de medidas de precaução.
Recomenda-se o reforço da amarração e vigilância apertada das embarcações atracadas e fundeadas, bem como evitar passeios junto ao mar, de onde se destacam os molhes das entradas das barras e zonas nas praias junto à água.

À população em geral que frequente as zonas costeiras aconselha-se que se abstenham da prática de passeios junto à costa e nas praias, bem como da prática de actividades lúdicas nas zonas expostas à agitação marítima, sendo essencial que assumam uma postura preventiva não se expondo desnecessariamente ao risco. Desaconselha-se vivamente a pesca lúdica, em especial junto às falésias e zonas de arriba nas frentes costeiras atingidas pela rebentação das ondas, tendo sempre presente que nestas condições o mar pode facilmente alcançar zonas aparentemente seguras.

A Junta de Freguesia de Lourinhã e Atalaia reforça o conselho para que os cidadãos não tenham comportamentos de risco e mantenham uma distância segura da linha de costa e das arribas.