COMUNICADO MUNICÍPIO DA LOURINHÃ | NOVO CORONAVÍRUS COVID-19

O Município da Lourinhã, na sequência do Plano Nacional de preparação e resposta à pandemia Coronavírus – COVID-19, e das orientações emanadas pela Direção Geral de Saúde vem informar os cidadãos das seguintes medidas de prevenção que serão implementadas de imediato.

Encerramento das seguintes instalações municipais:

• Pavilhão Polidesportivo Municipal;
• Pavilhão da Casa do Povo da Lourinhã;
• Biblioteca Municipal da Lourinhã;
• Centro Cultural Dr. Afonso Rodrigues Pereira;
• Galeria Municipal da Lourinhã;
• Auditório Municipal da Lourinhã;
• Postos de Turismo da Praia da Areia Branca e da Lourinhã;
• Centro de Interpretação da Batalha do Vimeiro;
• Parque de Campismo da Praia da Areia Branca;
• Estádio Municipal da Lourinhã;
• Arquivo Municipal da Lourinhã;
• Casa dos Sabores.

Suspensão das seguintes atividades:

• Atividades desportivas, culturais e sociais promovidas pelo município ou por parceiros que utilizem as instalações municipais;
• Visitas de lazer, de turismo ou de âmbito cultural p promovidas pelo município;
• Apoios logísticos às atividades promovidas pelas associações ou outros parceiros;
• Feiras em todo o território municipal;
• Suspensão da cedência de espaços municipais e de autocarros;
• Suspensão de licenciamento de qualquer tipo de eventos em todo o território municipal;
• Suspensão de deslocações ao estrangeiro de membros do executivo municipal e de todos os funcionários da Câmara Municipal e restrição das deslocações dentro do país;
• Suspensão de reuniões com serviços municipais.

Manutenção dos seguintes serviços:

• Atendimento ao Municipe no edifício dos Paços do Concelho;
• Serviços da componente de apoio à família (refeições, prolongamento de horário e atividades nas interrupções letivas), enquanto os estabelecimentos de educação e ensino estiverem abertos;
• Mercados Municipais da Praia da Areia Branca e Lourinhã;
• Parques e jardins de gestão municipal;
• StartUp da Lourinhã.

Estas medidas entram em vigor de imediato e prolongam-se até ao dia 30 de abril, sendo sujeitas à avaliação permanente, em articulação com as orientações das autoridades de saúde.

CONSULTE AQUI A VERSÃO OFICIAL DO COMUNICADO